#4 – O Investidor Inteligente

29/05/2020 15 Por Papo TR

Autor: Benjamin Graham
N° Páginas: 672
Nota: 4/5

 

Quem aí já leu O Investidor Inteligente?
 
Esse livro foi publicado pela primeira vez em 1949, sim, em mil novecentos e quarenta e nove. Há mais de 70 anos atrás! Olha a evolução do mundo nesses 70 anos. Olha a evolução do mercado financeiro, da contabilidade, da velocidade da informação, tudo! Agora me diz, como um livro que fala de algo tão dinâmico como finanças pode ainda ser referência em 2020? 
 
Isso foi possível, primeiro, por causa do seu conteúdo precioso e, segundo, porque o seu autor é uma das maiores referências do mercado financeiro até hoje. Benjamin Graham é muito conhecido por ser o pai da estratégia Buy&Hold (essa mesma que a maioria da finansfera usa) e ser o mentor do grande investidor Warren Buffett.
 
Mas será que ler esse livro hoje é vantagem? Não é um livro muito desatualizado?
 
A minha resposta para essa pergunta é sim e não ao mesmo tempo.
 
Está desatualizado? Sim, sem dúvida. Benjamin veio de uma época que demorava dias ou meses para se comprar uma ação, época das famosas bolsas de valores com um pátio lotado e gente gritando loucamente procurando vendedor ou comprador. Uma época sem tecnologia da informação, as pessoas eram muito mais desinformadas, não porque eram burras, mas porque era custoso ter informação, ela era lenta, estava presa dentro de poucas cabeças ou livros escondidos e de difícil compreensão, o livro o investidor inteligente, na sua primeira edição, tinha mais de 640 páginas.
 
A contabilidade não era tão centralizada nem tão regulada, dava pra achar algumas fraudes ou erros com frequência. A ineficiência do mercado era mais acentuada, sendo mais ”fácil” ter descorrelação entre preço e valor e, dessa forma, o value investing era mais certeiro.
 
Mas isso não quer dizer que esse livro é ruim ou que não deveria ser lido. Apesar desses detalhes temporais, o livro ainda é de grande valia para qualquer investidor que quer ir mais a fundo. 
 
O conceito de Sr Mercado é genial! Pra mim é um dos grandes conceitos filosóficos como a Mão Invisível do Mercado de Adam Smith que, para mim, são conceitos tão fortes que chegam serem atemporais. Para quem quer saber mais sobre esse conceito e outros do livro é só assistir a esse vídeo do canal.
 
 
 

 

O fato de Graham ensinar a se comportar em relação ao mercado e ensinar que ação é de fato uma empresa, com um modelo de negócio e tudo mais já vale a leitura. De brinde ele ensina balanceamento de carteira, margem de segurança, critérios para seguir (ou não) e a sua concepção sobre a relação de risco retorno, além da sua famosa fórmula de valor pra uma empresa (é pouco ensinamento não!).
 
Mas isso tudo está no vídeo, o que eu quero focar neste post é se esse tipo de análise é vencedora ou não atualmente. É vencedora? Sim, na minha opinião é, na verdade a maioria das estratégias de ações são vencedoras no longo prazo, mas o que não entra em linha pra mim é o seu método de Buy&Hold. Graham não era um holder raiz (fica até estranho dizer isso porque ele foi o pai da estratégia) pois ele não segurava os ativos até o infinito e além, ele era um investidor de valor e quando o preço da ação se igualava ao valor da empresa ou ultrapassava aos poucos ele vendia. Ele não segurava empresas para o LONGO PRAZO, algo como 15, 20, 30 anos como Warren Buffett fez, ele na verdade vendia muito antes disso, e se a empresa não mostrasse reação (subisse a cotação) em 1 ou 2 anos ele se desfazia do investimento e procurava outro. 
 
O fato é que o value investing funciona bem pra quem sabe aplicar, não é algo fácil de aplicar, ser um investidor empreendedor demanda muito, requer dedicação, tempo, conhecimento e senso crítico. Saber qual tipo de investidor você quer ser antes de sair copiando as estratégias é crucial pra não ter frustração de expectativa, no livro temos a opção de investidor defensivo, de investidor empreendedor e de especulador. 
 
A vantagem de ler muito e conhecer várias estratégias diferentes de investidores fodas é que você vai copiando um pouquinho de cada um, aquilo que você gosta, entende, concorda e quer aplicar. Por exemplo, aproveitar os conceitos e a estratégia de Graham como o Sr. Mercado e margem de segurança e misturar com os ensinamentos de Warren Buffett.
 
Buffett conseguiu ir além e aperfeiçoou a técnica de Graham, ele percebeu que as ações que ele vendia quando chegavam no seu valor estimado continuavam crescendo muito ano após ano. Ele viu que vender essas ações não eram tão vantajoso assim, que era mais vantajoso não vender e surfar o crescimento da empresa e nunca pagar impostos sobre o lucro, já que nunca vai vender. Se a empresa for boa mesmo, você lucra sim com o crescimento patrimonial que ela dá, mas esse não é o principal, você lucra com os dividendos, que mostram o seu poder somente no longo prazo, acima de 15 anos, vantagem que não é possível aproveitar possuindo a ação por apenas 3 ou 4 anos ou utilizando o método de Graham, já que o foco dele era mais nos números e na cotação do que na qualidade da empresa e nas vantagens competitivas. Buffett tem na carteira hoje ações que ele comprou na década de 70 e que nunca pensou em vender e que rende para ele hoje dividendos anuais bilionários, sem nunca ter pago uma migalha de imposto em cima desse lucro (exceto o imposto em fonte antes de receber os dividendos)
 
Esse é um dos motivos pelo qual eu adoto mais a vertente Buy&Hold de Buffett do que a de Benjamin Graham. Porém, isso não tira o meu brilho no olho pelo livro. O investidor inteligente não é um livro tão acrônico que nem os livros filosóficos, mas é uma obra prima do mundo dos investimentos e um dos mais importante pra se formar a mentalidade financeira de um investidor que quer investir COM inteligência. 
 
Recomendo, recomendo fortemente esse livro, mas apenas se você já tiver um tempinho de mercado, já tiver uma carteira dando umas calejadas. Iniciantes não iriam absorver bem as informações que ele passaria, sendo necessária uma releitura mais tarde. 
 
Esse foi a primeira crítica de livros de finanças. Comentem aí o que acharam e se devo fazer mais desses posts. Aceito qualquer tipo de sugestões e críticas.
 
Até semana que vem!
 
TR
 
Obs.: Caso tenha interesse clique aqui e compre o livro pela Amazon. Eu sou afiliado deles e comprado pelo link eu ganho uns trocados seus (ou deles).